Descubra a melhor maneira para aumentar o engajamento nas redes sociais.

Definir o posicionamento de uma marca é das tarefas mais importantes do marketing e das mais difíceis de se concretizar. O lugar que uma marca ocupa na mente dos seus consumidores é o que possibilita o seu desenvolvimento e deve ser trabalhado de forma contínua e assertiva. Para isso acontecer, é necessário estabelecer uma boa relação entre a marca e o consumidor.

Atualmente, as redes sociais são uma das principais ferramentas utilizadas pelas marcas para estabelecer e manter relações com os seus consumidores. Poucas são as empresas que ainda não estão presentes, no mínimo, no Facebook e no Instagram — e muitas já expandiram sua atuação para redes mais novas, como o Tik-Tok.

Mas não basta somente estar presente: aumentar o engajamento do consumidor nas suas redes sociais tem grande importância no processo de criação e fomentação de um relacionamento. Afinal, você não quer investir seu tempo na produção de um conteúdo que não tenha interação nenhuma com as pessoas, não é verdade?

Mas o que significa engajamento?

A maioria das definições de engajamento indicam que este se traduz na interação realizada entre a marca e os seus consumidores. No entanto, devido ao desenvolvimento do meio digital, passou a ter uma definição mais ampla, pois pode ser criado através de uma série de atividades, como reações, comentários ou partilhas numa rede social.

A verdade é que, no contexto das redes sociais, o engajamento se torna mais simples e rápido devido à proximidade estabelecida com os seguidores e futuros consumidores. Assim, torna-se necessário que as empresas criem um processo e uma abordagem estratégica que tenham como objetivo o aumento e a medição do engajamento de sua marca.

Nesse sentido, os profissionais de marketing devem olhar o engajamento como uma forma de potencializar a relação com os seus clientes, impulsionando a sua lealdade e criando vantagem competitiva sobre o mercado e a concorrência.

Existe mais do que uma forma de trabalhar o engajamento?

A resposta correta é: sim! Mas, primeiro, é fundamental esclarecer que nem todos os tipos de engajamento são iguais. Nem todas as marcas possuem o mesmo sistema, nem têm o mesmo objetivo. Mais importante ainda, precisamos entender que nem todos os consumidores olham para uma marca específica da mesma forma.

Para engajar, você precisa estudar o seu consumidor

Devemos olhar o consumidor como o principal objeto de estudo no que diz respeito ao engajamento. Se você conhecer seu consumidor, certamente fará um trabalho melhor para ganhar sua confiança e relacionar-se com ele. É preciso entender que o poder de escolha do consumidor é cada vez maior e possui alto impacto na definição do valor de uma marca. No fundo, é ele que determina o seu sucesso e seu objetivo deve ser somente um: conceder-lhe tudo aquilo que ele procura.

No panorama atual de mercado, muitos consumidores baseiam a sua escolha em fatores como “aquilo que uma marca representa” ou “o que ela faz para melhorar a sociedade”. Eles precisam se identificar com algo, por isso se torna tão crucial trabalhar na sua identidade e naquilo que pretende transmitir.

Mas como podemos entender se estamos no caminho certo? A resposta vem já a seguir.

Aprenda a perceber os níveis de engajamento

O engajamento remete para um processo que requer tempo e amadurecimento. Devemos pensar que, por menor que seja a interação do consumidor, a longo prazo ela pode resultar num engajamento mais profundo. Podemos olhar todo este processo através do Funil de Engajamento, composto por vários níveis de relacionamento que levam o consumidor a aprofundar a sua relação com a marca.

Confira os níveis descritos abaixo para entender como se desenvolve esse processo:

1. Consumir conteúdo

Apostar em conteúdo é fundamental, quer seja um post no Facebook, um simples tweet ou até um vídeo ao vivo. Quando produzimos conteúdo que interessa à nossa audiência, ela acaba por consumi-lo. Para isso, você precisa entender qual o tipo de conteúdo que gera o engajamento do seu público, onde ele se concentra, que tipo de mensagem deseja passar. Determinados produtos ou marcas terão melhores resultados em posts curtos, outros em vídeos mais longos, por exemplo.

Além disso, o engajamento vai depender da forma como você faz chegar conteúdo ao seu público-alvo. Você vai querer utilizar o canal que atinge o maior número de seguidores para que os resultados sejam visíveis. Se você tem 30 mil seguidores no Instagram, por exemplo, esse vai ser o canal onde você vai divulgar seu conteúdo com maior regularidade. Mas caso seu público-alvo esteja majoritariamente concentrado no YouTube, então você deve apostar em seus vídeos e divulgação dos mesmos. É preciso estudar qual o canal mais vantajoso para a sua marca e com o qual obterá melhores resultados. É melhor sempre focar em um canal, dedicando a maior parte do seu tempo e esforço a ele, do que dividir o seu tempo trabalhando um pouco cada canal.

Vale lembrar que o trabalho nas redes sociais deve ser coeso e realizado em simultâneo. Se você publica seu vídeo no YouTube e não compartilha no Facebook, por exemplo, certamente não obterá tantas visualizações como esperava. Devemos olhar as redes sociais como uma teia de aranha — tudo está interligado! Aproveite todas as conexões para otimizar seu esforço de produção de conteúdo!

2. Curtir seu conteúdo

Levar os nossos fãs a ter interesse pelo nosso conteúdo é a primeira etapa do Funil de Engajamento. Depois disso, vai começar a ver um like no Facebook, um retweet ou qualquer outra pequena interação nas suas redes sociais. Essa é a resposta que você estava esperando: as pessoas estão gostando do seu conteúdo! Lembre-se que, por menor que seja a interação, é uma demonstração de que os consumidores estão se envolvendo com a marca.

3. Participar em conversas

Neste nível, podemos notar que o engajamento e proximidade do consumidor com a marca estão mais profundos. Quando os seus consumidores comentam as suas publicações, passam de fãs passivos a fãs ativos, isto é, realizam uma interação mais próxima e partilham das suas opiniões diretamente com você.

Aqui fica uma dica: jamais deixe seus fãs sem resposta. Invista seu tempo respondendo aos comentários ou coloque um simples like. Isso fará toda a diferença e pode influenciar bastante seu processo de engajamento.

4. Defender a marca

Esta é a altura em que os seus fãs começam a partilhar o seu conteúdo em seus perfis pessoais. Esse é um nível mais pessoal, no qual começamos a entender que não só apreciam o nosso conteúdo, como necessitam partilhar isso com seus amigos. Basta uma simples partilha ou até uma crítica positiva. Aqui você encontra a prova de que o engajamento está ficando cada vez maior. 

5. Estar presente

Nesta fase, percebemos que o envolvimento dos fãs com a marca é muito maior. A presença em eventos, sejam eles pessoais ou virtuais, transmite o real interesse do consumidor em acompanhar a marca e saber toda a informação em primeira mão. Seus fãs buscam por um contato mais direto e investem um pouco do seu tempo para valorizar a sua marca.

6. Criar conteúdo sobre a marca

Este é o último nível e sem dúvida o mais importante: o consumidor passou a criar conteúdo sobre a sua marca e a promovê-la. Uma foto no Instagram com os seus produtos, ou até a criação de grupos de fãs, pode resultar em milhares de visualizações e influenciar outros consumidores. Isso é ótimo! Aqui, você começa a entender que seus fãs se encontram num nível mais profundo de engajamento e contribuem ativamente para o crescimento da sua marca.

O que fazer para escalar esse Funil de Engajamento?

O primeiro passo é definir objetivos, depois criar uma estratégia e, por fim, delinear um plano de ação. Este último é talvez o mais complicado de se realizar, mas deixamos aqui algumas dicas:

  1. Molde o comportamento dos seus fãs
  2. Estimule esse comportamento
  3. Incentive o comportamento
  4. Recompense o comportamento

Inicialmente pode parecer confuso, mas essas etapas são sua ferramenta estratégica para aprofundar o engajamento dos seus fãs. Aqui ficam alguns exemplos de como pode utilizar esse passo-a-passo:

Encaminhe os seus fãs na direção certa

Motive-os a publicar conteúdo com os seus produtos e a utilizar a hashtag da marca. Utilize influenciadores a seu favor, pois eles são uma parte importante da comunidade e alcançam milhares de fãs. Eles se traduzem no meio mais eficaz para moldar o comportamento do consumidor.

Mostre que eles são importantes

Não queira ser sempre o protagonista. Os seus consumidores precisam sentir que sua presença é notada pela marca. Comece por solicitar fotos de fãs e partilhe nas suas redes sociais, eles vão se sentir importantes para você. Se for necessário, crie sorteios e passatempos, isso gera muita interação e certamente irá trazer mais gente para fazer parte da sua comunidade.

Recompense o seu trabalho

Esse é o passo mais importante de todos. Não se esqueça de, no fim, recompensar as ações dos seus fãs. Acima de tudo é importante que eles se sintam valorizados. Repostar, comentar, identificar ou colocar um simples like pode fazer a diferença! Eles estiveram sempre presentes para ajudar no crescimento da sua marca. Sem eles, seus objetivos jamais seriam alcançados.

Aposte no engajamento dos seus fãs

Os nossos consumidores podem ser uma ferramenta bastante importante no desenvolvimento da imagem da marca e não devemos jamais esquecer disso.

A utilização das redes sociais com foco em marketing de conteúdo é considerada um meio imprescindível para atingir os seus fãs e aumentar o engajamento. Assim que começar a prestar atenção a todos os níveis do Funil de Engajamento e a desenvolvê-los, irá perceber que o seu crescimento pode resultar no aumento das suas outras métricas — como as vendas, por exemplo.

Não esqueça: motivar os seus fãs é o principal objetivo. Todo o resto irá se desenvolver a partir do momento em que eles estiverem envolvidos e engajados com a sua marca.

Leia mais

Leia
Preciso ter uma equipe muito grande?

Preciso ter uma equipe muito grande?

Lendo os artigos anteriores desta série sobre presença digital, você deve ter percebido o quanto o planejamento é importante. Para definir os melhores canais a serem utilizados e a estratégia aplicada em cada um é preciso ter processos bem definidos. E pensando em...